×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 1 semana ATRÁS.

Portal de transparência do BNDES recebe contribuições até domingo

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebe até o próximo domingo (16) contribuições e sugestões da sociedade para o aperfeiçoamento do seu portal de transparência, onde são informados os financiamentos concedidos pela instituição. Os interessados devem enviar suas sugestões por meio de formulário próprio, disponível no endereço www.bndes.gov.br/transparencia

A consulta pública foi lançada no dia 21 de agosto, em parceria entre o BNDES e o Tribunal de Contas da União (TCU). O prazo inicial de encerramento da consulta pública era o dia 6 de setembro, mas foi prorrogado por mais dez dias, visando o aprimoramento do portal.

A gerente do Departamento de Relacionamento Institucional do BNDES, Erika Taccola, disse hoje (11), em entrevista à Agência Brasil, que a iniciativa faz parte do esforço do banco para que o portal de transparência seja conhecido pelo público e possa ser acessado por todos. Outra preocupação, segundo ela, é obter contribuições do público que usa o portal.

“A gente prorrogou (o prazo) com esse intuito, que as pessoas tivessem tempo de conhecer mais o portal e fazer suas contribuições depois de estar utilizando e vendo as informações que não estão colocadas de forma amigável, ou que tenha alguma informação que precisa ser mais agregada, ou menos. Enfim, que quem usa possa dar contribuição”, esclareceu Erika.

Funcionalidades

O portal de transparência do BNDES existe desde 2014, com algumas informações às quais foram acrescidos novos dados ao longo dos anos. A última modificação foi feita há um mês, quando o BNDES e o TCU abriram a consulta pública. Atualmente, podem ser acessadas as estatísticas operacionais do banco em um único painel, o que permite que o usuário visualize de modo integrado as etapas da concessão de financiamento pela instituição, que engloba desde as consultas e enquadramentos até as aprovações e a fase de desembolsos de recursos para os projetos.

“Ele pode selecionar pelo nome da empresa, pela região (geográfica). No site tem a cópia do contrato, tem todas as informações de como está o projeto, como taxa de juros, por exemplo”.

As informações sobre o desembolso de cada projeto ainda não estão no portal, mas é uma funcionalidade que deverá ser agregada. A ideia do banco é colocar um detalhamento maior sobre as operações de renda variável. Atendendo a pedido do próprio TCU, será inserido no portal detalhes referentes ao porte das empresas com financiamento do BNDES.

BNDESPar

O site também contém informações sobre as participações acionárias do BNDES em outras empresas. Segundo a gerente, o banco pretende melhorar esses dados. “A ideia é que a pessoa consiga ver tudo o que a gente recebeu de dividendos dessa empresa ao longo do tempo, por exemplo. Hoje não tem as entradas, o que a gente recebeu de dividendos, o que a gente vendeu de ações da companhia. Isso a gente deve estar colocando até o final do ano. E no ano que vem, deve ter mais informações sobre essas participações acionárias”.

Fonte: Agência Brasil




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail