×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 4 meses ATRÁS.

MEI têm direito à licença-maternidade?

Você sabia que os MEI têm direito à licença-maternidade? Essa possibilidade é muito clara e a solicitação desse benefício pode ser feita online e sem muita burocracia. Para isso, o Classe Contábil esclarece todos os detalhes sobre esse assunto.

Direito à licença-maternidade

Todos os trabalhadores optantes pelo MEI têm direito à cobertura previdenciária completa, assim como os empregados. No caso das mulheres, um benefício importante que a legislação concede é o da licença-maternidade – um salário a ser pago em casos de gravidez ou de adoção.

A lei prevê o depósito de um valor durante o período de 120 dias pelo INSS. Porém, existem algumas regras a serem observadas. A principal delas é que, no momento do nascimento ou da adoção da criança, a microempreendedora tenha um tempo mínimo de 10 meses de contribuição.

Como o MEI pode requerer a licença-maternidade?

O empreendedor ou seu empregado precisa ser contribuinte há mais de 10 meses no momento do nascimento da criança ou da adoção. Só assim será possível iniciar o processo de requisição da licença-maternidade.

São várias as formas de se fazer isso. Você pode fazer o pedido pela internet e enviar posteriormente os documentos requeridos pelos Correios. Outra hipótese é a de agendar um atendimento pelo Portal da Previdência e depois comparecer ao INSS para dar continuidade ao processo. Também dá para ligar para a Central de Teleatendimentos do INSS, no número 156, para iniciar o procedimento.

Você vai precisar também de alguns documentos. Caso opte por ser atendido pessoalmente, leve um documento de identificação com foto (original) e o número do seu CPF. Você precisa levar também carnês e comprovantes de pagamentos ao INSS.

É fundamental levar os documentos que comprovem o nascimento da criança – certidão de nascimento ou natimorto – ou, em caso de adoção, a certidão de nascimento expedida após a decisão judicial.

Qual é o valor ao qual o MEI tem direito?

Para saber o valor do benefício ao qual o beneficiário tem direito, é preciso levar em consideração o período de contribuição e o valor pago mensalmente nos últimos 15 meses. Somente a partir dessas informações é que o órgão se encarrega de fazer o cálculo do valor a ser recebido a título de licença-maternidade.

Se a contribuição nos últimos 15 meses foi sobre o valor base de um salário mínimo, por exemplo, então o valor a ser recebido será de pouco mais de R$ 900. Vale lembrar que são quatro parcelas no total, contemplando um período máximo de 120 dias.

Importante: as contribuições mensais continuam

Durante o período em que você estiver recebendo o benefício, o pagamento mensal do DAS-MEI não é suspenso, ou seja, é preciso continuar recolhendo os valores todos os meses. Contudo, a partir do momento que você informa que está usufruindo de um benefício, o INSS emite uma guia na qual são cobrados apenas os impostos devidos e não a contribuição previdenciária como um todo.

A licença-maternidade não é o único benefício ao qual os MEIs têm direito. Itens como auxílio-doença, aposentadoria por idade, pensão ou auxílio-reclusão também estão compreendidos entre as possibilidades.

 




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail