×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 8 meses ATRÁS.

Qualificação dos prestadores de serviços: uma questão de sobrevivência

Caro empresário e gestor.

Qualidade sob uma visão ampla pode ser definida como uma característica inerente a um objeto, uma pessoa ou um serviço prestado. No meio corporativo e profissional, constitui um atributo envolvendo aspectos qualitativos ou quantitativos percebidos pelo cliente ou usuário de produtos e de serviços.

A percepção da qualidade na prestação de serviços difere sobremaneira em relação a produtos, sendo este de natureza material e facilmente identificada. O serviço prestado tem algumas características que lhes são peculiares, com destaque para a sua intangibilidade, tornando a sua percepção de qualidade mais subjetiva do que objetiva.

A prestação de serviços necessariamente envolve relacionamento com o destinatário do serviço. É aí que o cliente, por meio dos resultados obtidos, avalia diretamente a incorporação de conhecimentos teóricos, técnicos especializados e operacionais na prestação dos serviços recebidos.

O mercado com a economia globalizada vem experimentando os mais variados níveis de prestadores de serviços. No meio contábil, jurídico, tecnológico e afins, a internet aliada aos demais meios comunicações eliminou as barreiras geográficas, facilitando a entrada de concorrentes cada vez mais preparados. Assim, a qualificação dos prestadores de serviços vem se constituindo a cada dia em necessidade inarredável, sendo pilar mestre do sucesso sustentável e da sobrevivência do negócio.

A qualificação profissional a que me refiro não é a mera formação convencional por meio da graduação ou habilitação profissional, requisito básico para o exercício de determinadas atividades. Trata-se de conteúdo complementar à educação formal, dinâmico, atualizado e aplicável no dia a dia, que permita lhe diferenciar da concorrência. Esta qualificação tem por objetivo a incorporação de conhecimentos inovadores tanto no aspecto teórico e técnicos, quanto operacionais na qualidade dos serviços, na forma de atendimento ao cliente etc, visando ainda melhorar a sua produtividade na prestação com benefícios diretos ou indiretos percebidos pelo cliente.

Os prestadores de serviços devem ficar atentos também a muitos fatores envolvidos no relacionamento com o seu cliente, com destaque para a ética, confiabilidade, cortesia, comunicação adequada, empatia, agilidade, segurança e aparência. Neste contexto, não basta ser, tem que parecer ser!

Por fim, insisto que a qualidade ou ausência dela está relacionada às percepções do indivíduo. Portanto, procure ainda atender aos fatores culturais de cada mercado, produto ou serviço prestado. Supere as expectativas do seu cliente!


Advogado, contador, matemático, auditor e perito contábil. Professor, Especialista em Direito Empresarial, Administração Financeira e Matemática Aplicada. Mestre em Administração de Empresas. Presidente do Grupo Fortes de Serviços.




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail