×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 7 meses ATRÁS.

Pergunta #521234

PERGUNTA FEITA POR CONTAB CG

TEMOS UMA EMPRESA COM ATIVIDADE DE FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE CERÂMICA (OLÁRIA). ESSA EMPRESA É TRIBUTADA PELO LUCRO PRESUMIDO TRIMESTRALMENTE.

NO ENCERRAMENTO TRIMESTRAL, TRANSFERIMOS AS DESPESAS DE PRODUÇÃO PARA O ATIVO/ESTOQUE/MATERIA-PRIMA, E DEPOIS TRANSFERIMOS DE MÁTERIA-PRIMA PARA O ESTOQUE DE TELHAS E TIJOLOS PARA LEVANTARMOS OS CUSTOS.

A APURAÇÃO É FEITO PELO LUCRO PRESUMIDO: TOTAL DAS RECEITAS TRIMESTRAIS x ALÍQUOTA DE PRESUNÇÃO, COMO REGI A LEGISLAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA.

ACONTECE QUE O CLIENTE NOS QUESTIONOU SE ALGUMAS DAS CONTAS DO GRUPO DESPESAS DE PRODUÇÃO, QUE SÃO TRANSFERIDAS PARA A MATERIA-PRIMA NO GRUPO DO ESTOQUE, NÃO DEVERIAM PERMANECER NO GRUPO DESPESAS PARA SOMAR COM DESPESAS OPERACIONAIS. AS CONTAS EM QUESTÃO SÃO AS SEGUINTES:

RESUMINDO: AOS ENCARGOS COM OS TRABALHADORES DA PRODUÇÃO DEVEM SER TRANSFERIDOS PARA MATÉRIA-PRIMA DO ESTOQUE OU PERMANECEM NO GRUPO DE DESPESAS?

ÁREAS DE CONHECIMENTO: IRPJ e CSL (lucro real e lucro presumido)

RESPOSTAS

Nenhuma resposta encontrada para esta pergunta.

RESPONDER

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail