×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 11 meses ATRÁS.

Pergunta #519837

PERGUNTA FEITA POR MARCELO NUNES DA SILVA

BOM DIA ADRIANA.

Tenho uma empresa que possui um parcelamento ordinário em andamento(Lei 11.941/2009). Preciso saber se a adesão ao PERT é mais vantajosa que a atual modalidade para responde-lo. Para adesão, será preciso desistir do atual e aderir ao PERT. Neste caso, o valor do tributo volta ao valor original na época do vencimento? E as parcelas que foram pagas desde a opção do parcelamento ordinário? Como identificar o valor principal, juros, multa e demais encargos atualizados para adesão ao PERT? Peguei no site da Receita Federal o extrato da divida, segue: Divida consolidada em 27/11/2009: 802.840,00 (valor sem redução) Divida consolidada em 27/11/2009: 659.952,00 (valor com redução) ( – ) amortização antes da conclusão da consolidação: 55.672,00 ( = )saldo consolidado em valores de 27/11/2009: 604.279,00 ( – ) amortização apos conclusão da consolidação: 275.702,00 ( = )saldo da divida consolidada em 27/11/2009: 328.577,00 ( + ) juros acumulados ate 09/2017: 265.195,00 ( = ) saldo devedor em 09/2017: 593.773,00 Posso considerar o saldo da divida consolidada em 27/11/2009 no valor de 328.577,00 como o principal? Com relação a multa, como calcular o valor? E os juros acumulados, poderia considerar o valor de 265.195,00?

ALGUEM JA FEZ A DESISTÊNCIA DO PARCELAMENTO DA LEI 11941 E ADERIU AO PERT QUE POSSA ME AJUDAR?

ÁREAS DE CONHECIMENTO: Contabilidade (geral, custos, demonstrações e outros)

RESPOSTAS

Nenhuma resposta encontrada para esta pergunta.

RESPONDER

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail