×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 1 ano ATRÁS.

Pergunta #519467

PERGUNTA FEITA POR Victor Venicius Araujo Santiago

Vamos supor um MEI prestador de serviço que faturou o teto de R$60.000 anual e teve despesas comprovadas de R$12.073,68 anual e distribuiu os 32% que dá R$ 19.200 anual, vamos ao cálculo:

60.000 – 12.073,68= 47.926,32

47.926,32 – 19.200= 28.726,32

Levando em Consideração o Imposto de Renda, ficou os R$ 19.200 de parcela de rendimentos isentos e não tributáveis e R$28.726,32 de parcela de rendimentos tributáveis recebidos da pessoa jurídica MEI onde ele vai declarar na DIRPF.

Este valor de R$28.726,32 se for colocar agora lá na DIRPF terá um imposto pelas deduções legais de R$398,72 isso porque coloquei o valor de R$562,20 do que foi pago no DAS relativo ao INSS. E terá um imposto pelo desconto simplificado de R$9,99, ou seja, não vai precisar recolher imposto porque não preenche DARF menor que R$10,00.

Este procedimento é o correto?

ÁREAS DE CONHECIMENTO: Outras Áreas

RESPOSTAS

Nenhuma resposta encontrada para esta pergunta.

RESPONDER

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail