Clique para imprimir

Quase 70% das micro e pequenas vão sofrer para pagar 13º salário

16/11/2016

A 44ª rodada do Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria, encomendado pelo Simpi ao Datafolha, mostra que a crise econômica impactará negativamente nos pagamentos a serem realizados neste fim de ano. 69% dos entrevistados informaram que terão dificuldades para arcar com os 13º salários em 2016. 17% acreditam que atrasarão o pagamento da obrigação trabalhista a seus funcionários, o que corresponde a, aproximadamente, 53 mil indústrias.

No comparativo com 2015, 45% dos empresários entrevistados alegaram encontrar mais dificuldades para pagar o 13º neste ano do que no ano anterior; 34% afirmaram terem o mesmo grau de dificuldade do ano passado e 21% veem menos obstáculos.

Questionadas sobre a origem deste pagamento, 80% das indústrias informaram que o 13º virá por meio de seus próprios recursos; 9% recorrerão a empréstimos bancários, 8% farão empréstimos em outras fontes, como empresas financeiras ou pessoas conhecidas, e 3% utilizarão o cheque especial.

O uso de recursos próprios é consequência da ausência de crédito no mercado. 52% informaram que o capital de giro disponível em seus negócios é muito pouco, o que traz dificuldades. Apenas 9% dos entrevistados consideram o capital de giro disponível em suas indústrias mais do que suficiente. Dos que buscaram acesso a crédito, somente 8% conseguiram utilizar linhas específicas para pessoas jurídicas em outubro; 17% recorreram ao cheque especial e 5% realizaram empréstimos pessoais.

Outro fator que corrobora negativamente para a situação das indústrias é o nível de inadimplência, que teve alta. 51% dos empresários sofreram calote no último mês. Em setembro, este índice era de 45%. Questionados sobre o quanto deixaram de receber, 14% dos entrevistados identificaram que a dívida atingiu mais de 30% do faturamento previsto em outubro; um aumento de 5% no comparativo com o mês anterior.

A Pesquisa

O Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria de São Paulo, encomendado pelo Simpi e efetuada pelo Datafolha, é reconhecido como sinalizador de tendência. É importante salientar que 42% das MPIs de todo Brasil estão em de São Paulo.

Números
69%
dos entrevistados informaram que terão dificuldades para arcar com os 13º salários em 2016

17%
acreditam que atrasarão o pagamento da obrigação trabalhista a seus funcionários, o que corresponde a aproximadamente, 53 mil indústrias

45%
dos empresários entrevistados alegaram encontrar mais dificuldades para pagar o 13º neste ano do que no ano anterior

34%
afirmaram terem o mesmo grau de dificuldade do ano passado

8%
conseguiram utilizar linhas específicas de crédito para pessoas jurídicas em outubro; 17% recorreram ao cheque especial e 5% realizaram empréstimos pessoais

Fonte: Bem Paraná

Comentários:

Nenhum comentário ainda.

Nome:

E-mail:

Comentário