Portal da Classe Contábil “Empreender Mais Simples” apresenta medidas para simplificar a vida dos micro empresários | Portal da Classe Contábil
×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 2 anos ATRÁS.

“Empreender Mais Simples” apresenta medidas para simplificar a vida dos micro empresários

Com o intuito de facilitar e incentivar o empreendedorismo no Brasil, o Sebrae, em parceria com o governo federal e o Banco do Brasil, lançaram o programa “Empreender Mais Simples: menos burocracia, mais crédito”. De acordo com o diretor político-parlamentar da Fenacon, Valdir Pietrobon, presente no evento – que contou com a participação do presidente Michel Temer e de ministros de estado – a iniciativa é bastante positiva e pode simplificar a vida dos empresários, criando condições para que se gaste menos tempo com o cumprimento de obrigações acessórias e mais com a gestão da empresa.

“O programa é bastante assertivo. Certamente a Fenacon será parceira e vai trabalhar para alcançarmos esses objetivos, que visam melhorar o ambiente de negócios e desburocratizar a gestão das empresas, em especial das micro e pequenas”, destacou o diretor.

A parceria permitirá a criação de dez sistemas para reduzir o tempo gasto no cumprimento das obrigações tributárias, previdenciárias, trabalhistas e de formalização. Para isso, o Sebrae deve investir cerca de R$ 200 milhões até o final de 2018. Entre os sistemas que receberão investimento estão o e-Social voltado para empresas, a ampliação da Redesimples, e a Nota Fiscal Eletrônica para municípios. “Só com o e-Social serão eliminadas 13 obrigações acessórias, entre outros benefícios. Ou seja, é um importante compromisso com a desburocratização e a simplificação tributária, buscando maior eficiência das empresas e, consequentemente, da economia brasileira”, ressaltou Pietrobon.

Além disso, a expectativa do convênio é disponibilizar mais de R$ 8 bilhões em crédito às micro e pequenas empresas nos próximos dois anos. O recurso será voltado para financiamentos bancário para MPEs e disponibilizar orientação para reduzir a inadimplência, entre outros. “É um importante desafio de levar o crédito para a ponta, aos micro e pequenos empresários, com custo baixo e desburocratizado. Este convênio contribuirá com a geração de empregos e o aquecimento da economia”, afirmou o diretor.

 




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail