×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 10 meses ATRÁS.

Empoderamento da Mulher Contabilista

Reunidas na manhã deste dia 15 de setembro, durante o XI ENMC e a XVI CCRS, as representantes da Comissão Nacional da Mulher Contabilista fizeram um balanço do trabalho realizado para trazer o maior número de participantes para Gramado-RS.

Com o apoio dos Conselhos Regionais de Contabilidade, o trabalho da Comissão Nacional contribuiu para o sucesso do evento. O contador Antonio Carlos de Castro Palácios, presidente do CRCRS, afirmou que o CRC sempre se espelhou no trabalho da Comissão Nacional, seguindo as diretrizes definidas, contribuindo sempre para a melhoria do trabalho. E, segundo ele, o coroamento desse trabalho, foi conseguir trazer o evento para o Rio Grande do Sul. “Tudo isso começou lá atrás, com as precursoras desse movimento que teve a felicidade de ter uma quantidade de mulheres competentes, comprometidas e envolvidas com a causa, e que o resultado está sendo visto hoje, em um evento dessa magnitude”, finalizou o presidente do CRCRS.

É importante destacar o trabalho da comissão ao longo dos anos, sempre empunhando a bandeira de que as profissionais da contabilidade precisam se conscientizar do seu valor e da sua importância. Para Maria Clara Bugarim, coordenadora da Comissão Nacional da Mulher Contabilista, esse trabalho precisa crescer em todos os estados da Federação, pois o CFC entende e fomenta uma maior participação das mulheres de uma forma mais ativa nas lideranças de classe e na sociedade organizada. “Esse apoio, por si só, já demonstra a relevância do projeto”, afirmou.  Diante dos importantes resultados e dos trabalhos exitosos em alguns estados, Maria Clara acredita que a troca de experiências e a união se transforme em sinergia, contribuindo para a classe, como um todo.

“Se hoje nós temos um espaço em nossas entidades, é porque tivemos um trabalho organizado e estratégico feito por várias mulheres que quebraram as barreiras para auxiliar as mais novas a percorrer esse caminho”, disse Ana Tércia Rodrigues, vice-presidente de Gestão do CRCRS. Para ela, o Projeto Mulher Contabilista é exitoso porque o CFC teve uma presidente e existem várias presidentes de Conselhos Regionais. Esse fato é o resultado do esforço coletivo – característica desse movimento -, empoderando a profissional da contabilidade.

 




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail