×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 1 ano ATRÁS.

Demanda de empresas por crédito tem em 2016 pior resultado desde 2012, diz Serasa

São Paulo, 23 – A demanda empresarial por crédito em dezembro caiu 8,1% na comparação com novembro sem ajuste sazonal, informou nesta segunda-feira, 23, a Serasa Experian. Em relação ao mesmo mês de 2015, o recuo foi de 1,5%. Com mais esse resultado negativo, o indicador da Serasa Experian acumulou queda de 2,2% em 2016 ante 2015, a pior taxa desde 2012 (-5,2%).

De acordo com os economistas da instituição, pesaram negativamente para os pedidos de crédito no ano passado a baixa demanda por capital de giro, com o aprofundamento da recessão, o reduzido patamar da confiança empresarial e as taxas de juros ainda bastante elevadas.

No classificação por porte, as médias empresas tiveram maior recuo na demanda por crédito em 2016, de 12%, seguido de perto pelas grandes companhias, que registraram retração de 10,4%. As micro e pequenas empresas, no entanto, apresentaram queda bem menor no ano passado, de 1,7%.

Já em relação aos setores, o que apresentou maior declínio foi a indústria (-5,0%), mas a demanda por crédito também caiu no comércio (-3,6%) e no setor de serviços (-0,1%).

Na análise por regiões, somente as empresas do Sul do País registraram avanço na demanda por crédito (0,8%) ao longo de 2016. Já o Norte teve recuo mais relevante, de 5,6%. O Nordeste apareceu na sequência, com retração de 2,4%, depois Centro-Oeste (-2,3%) e Sudeste (-1,2%).




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail