×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 8 meses ATRÁS.

De quem é a responsabilidade do SPED Fiscal?

O Brasil é conhecido como o país da burocracia e do excesso de papel, ainda mais quando o assunto é processo contábil. É por isso que a tecnologia passou a ser utilizada para facilitar e integrar as obrigações das empresas.

O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) é uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal, contábil e de outras obrigações dentro de um formato específico e padronizado. A ideia é fazer com que a informatização da relação, proporcionando mais economia de tempo e de gastos, melhor controle de fiscalização e mais legitimidade e qualidade entre as informações trocadas.

 

Responsabilidade

Todo mês os contadores enviam um arquivo digital contendo toda a escrituração de documentos fiscais e outras informações de interesse do fisco. Porém, a responsabilidade pela geração desse arquivo é da empresa contribuinte, que deve fazê-lo mensalmente.

Como fazer o SPED Contábil

Para isso, ela deverá extrair e submeter as informações ao Programa Validador e Assinador (PVA), que é fornecido pelo próprio SPED no site da Receita Federal. Feito isso, a legislação obriga que esse arquivo seja assinado digitalmente (e-CNPJ) e transmitido, via internet, ao ambiente SPED da Receita Federal.

Por que essa responsabilidade, muitas vezes, é atribuída ao contador?

Isso ocorre por dois motivos principais. O primeiro deles é porque as empresas, no geral, não possuem sistemas de gestão que geram o arquivo do SPED. Já as contabilidades, em sua grande maioria, possuem sistemas fiscais que geram esses arquivos. Então, o desafio passa a ser das contabilidades, que não possuem todas as informações necessárias ao SPED, como notas fiscais e estoque, por exemplo. Então, muitas vezes, juntar todos os dados necessários é uma tarefa árdua.

O segundo motivo é porque, no geral, as empresas não possuem em seu quadro pessoal profissionais capacitados com o conhecimento fiscal para realizar a escrituração dos impostos.

Oportunidade

Não é difícil perceber que fazer o SPED Fiscal gera um custo adicional para o contador, pois é necessário tempo e mão de obra especializada para realizar esse trabalho. Passar a responsabilidade do SPED para o contribuinte é o sonho de qualquer contador, mas ao mesmo tempo é o pesadelo de qualquer empresa e, por isso, cada vez mais, o contador têm ganhado relevância nesse apoio a seu cliente que deve conhecer seu valor.

Afinal, diferente do varejo que possui ERP para apoiá-lo nas questões fiscais, nem todo o mercado pode contar com um sistema online que possua um módulo para o contador




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso informativo de artigos e notícias em seu e-mail