×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 2 anos ATRÁS.

20º Congresso Brasileiro de Contabilidade, em Fortaleza (CE), vai fornecer orientações sobre educação financeira

A crise econômica levou grande número de cearenses ao desemprego. Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em junho a região metropolitana de Fortaleza contava com 231 mil desempregados. O número é um pouco menor que os 236 mil registrados em maio, mas é 4,8% maior que o apontado em junho de 2015. Diante deste cenário, é difícil manter as contas equilibradas.

Segundo o subcoordenador de Educação Financeira do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC), desenvolvido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Luiz Antonio Leal, uma das regras é cortar gastos para mantê-los o mais baixo possível. “O melhor é suspender todas as contas fixas, afinal, você não terá nenhuma entrada por um período. Se mora de aluguel, avalie morar com um parente até que esteja trabalhando novamente. A ideia é boa mesmo se você tem casa própria, porque o aluguel da casa poderá ser uma renda para ajudar a manter outras despesas em dia até que a vida financeira esteja novamente equilibrada”, afirma Leal.

Segundo o subcoordenador, para quem está entre as cinco mil pessoas que conseguiram um trabalho novo no mês de junho, o ideal é que comece a se organizar para ter uma poupança para emergências. Este é um dos primeiros passos num processo de planejamento financeiro pessoal. “Uma vida financeira tranquila depende de duas coisas. A primeira é não gastar mais do que você ganha mensalmente. Cartão de crédito e cheque especial são recursos muito caros em nosso país. O melhor é não usar ou usar com parcimônia. Uma boa conduta é realizar todos os gastos à vista. A outra regra é ter um fundo destinado para emergências. O valor desta reserva varia de pessoa para pessoa, mas considere três meses de gastos essenciais. Então, se você acabou de conseguir uma recolocação no mercado de trabalho, deve começar a poupar parte do salário para eventualidades, como um período de desemprego, desta forma, em caso de necessidade, o impacto em suas finanças pessoais será menos intenso”, explica Leal.

O subprograma de Educação Financeira realiza palestras para quem está interessado em manter as contas domésticas em ordem. Nesses encontros, são apresentados aos participantes princípios de economia financeira e de organização. “É tudo bem simples. O primeiro passo é colocar num papel, que também pode ser numa planilha de Excel, todas as despesas e todas as receitas. Muitas pessoas não sabem nem quais são seus gastos fixos mensais. Ter um rigoroso controle de tudo o que se gasta e anotar o motivo da despesa é o primeiro passo para se organizar”, diz Leal.

Durante o 20º Congresso Brasileiro de Contabilidade, que ocorrerá de 11 a 14 de setembro, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, o CFC manterá um estande onde os participantes poderão tirar dúvidas e receber orientações sobre como se organizar financeiramente. “Educação financeira é um tema muito atual e estamos trabalhando para disseminar esta ideia. Durante o Congresso, profissionais da contabilidade que participam do PVCC farão atendimentos individuais e em grupos com orientações práticas sobre como elaborar um orçamento familiar e os participantes poderão tirar suas dúvidas”, explica a coordenadora do PVCC, Vânia Labres.

O estande do CFC ficará na Feira de Negócios e Oportunidade, no Pavilhão Oeste do Centro de Eventos. Os atendimentos serão realizados nos dias 12, 13 e 14 de setembro. A entrada na feira do 20º CBC é gratuita.

Para saber mais sobre o 20º CBC, acesse cbc.cfc.org.br e, para saber mais sobre o PVCC, acesse voluntariadocontabil.cfc.org.br.




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Auditores vão contra Funrural

A Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) entrou com Ação Civil Pública na Justiça Federal de São Paulo para barrar de imediato o perdão das multas tributárias

POR 10 horas atrás.

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail